É com o famoso bordão da Dra. Lorca, personagem do programa humorístico Zorra Total, que damos início a esse assunto tão polêmico mas tão simples de resolver.

Qual mulher que está 100% satisfeita com o corpo? Não conheço nenhuma. Uma é magra demais e quer engordar, a outra tem a coxa grossa e quer afinar, a outra tem pouco peito e quer colocar silicone, a outra quer tirar bunda e assim vai. Nada que uma cirurgia ou malhação não resolva, até aí ok. Porém, temos um pequeno, vamos chamar de pequeno probleminha, e para esse não há muita saída. Nós, mulheres, temos o corpo muito diferente uma das outras. Umas tem o tronco mais longo e as pernas mais curtas e vice versa. Outras tem o quadril largo e menos bunda ou vice versa, então nunca teremos um caimento perfeito das peças. Um exemplo: duas meninas vestem 38, porém uma delas pode ter que fazer ajustes na cintura porque tem menos do que a outra ou uma precisa apertar um pouco na coxa por ter menos medida do que a outra, e assim vai.

Resumindo: na maioria das vezes temos que fazer algum ajuste nas peças que compramos para adequar ao nosso biotipo. Até aí ok. Então por que não trabalhamos com a grade maior, tendo desde o PP até o GG?

Caund está trabalhando para atender em breve todas as grades de tamanhos, do PP ao GG. Até pouco tempo atrás era bem difícil (e ainda é, se quer saber, temos muitas clientes que reclamam das grandes marcas) achar uma grife que trabalhasse com o chamado Plus Size também. Mas a tendência é justamente essa. Trabalhar sim a grade completa.

Encomendas de tamanhos fora do padrão do qual trabalhamos, podem ser feitas através do email info@caund.com.br. Muitas clientes que compram Caund nas feiras, já utilizam desse recurso. Fazemos o produto desejado de acordo com as medidas da cliente. Seja para maior ou para menor, nosso objetivo é agradar a todas, porque sabemos o quanto frustrante é você entrar em uma loja e não atenderem sua necessidade.

Com a onda das modelos Plus Size, essas grandes marcas perceberam a fatia que estavam perdendo do mercado, então passaram a produzir em larga escala todos os tamanhos, inclusive os Plus Size. Hoje é mais do que comum assistir a um desfile onde as principais modelos são gordinhas. E diga-se de passagem, só de passagem, são LINDAS.

É aquilo. Algo que estava decadente, carente de atenção, agora é tendência e uma das maiores apostas para muitas marcas por aí. Imagina o faturamento que vão levantar trabalhando para milhares de pessoas que não podiam comprar em qualquer loja (uma parcela considerável da população)! Pois é, mas vai muito além de números. O Plus Size veio pra mostrar que todas tem sua beleza e também querem usar o que está em alta, o que é tendência!

Quem não se recorda que até tempos atrás as grávidas também pareciam todas iguais. Gente, mulher descolada, antenada e estilosa TAMBÉM engravida! Quer dizer, tem que pensar além. Plus Size, mais do que uma tendência, é uma realidade. Um dia você também vai envelhecer, e vai querer usar as roupas de vovózinha, malhinha fresquinha sem graça pra buscar o netinho na escola? É CLARO QUE NÃO! As vovós querem ser modernas também! rs Bom, aí já é assunto para outro post.

Anúncios